Você vai ficar IMÓVEL!?

Publicado em 24 de setembro de 2018.

Olá,

 

Recentemente, fizemos uma pesquisa no Instagram para entender de nossos leitores como está a relação deles com os imóveis.

Afinal, esse é um tipo de ativo presente na vida de todos nós, seja para uso próprio, geração de renda ou ganho de capital. Nosso foco foi entender como os ativos imobiliários estão presentes nos investimentos.

 

Foram feitas duas perguntas:

1) Você tem algum imóvel próprio para investimento?

2) Fundos imobiliários estão presentes em sua carteira de investimentos?

 

Para a 1), 35% responderam que sim, enquanto que na 2), esse índice cai para 30%, o que nos levou a conclusões interessantes.

 

Primeiro que talvez muitas pessoas não conheçam os fundos imobiliários, o que explica a baixa presença nas carteiras de investimentos. São ativos negociados em bolsa, na qual os cotistas possuem participação em algum tipo de imóvel, seja ele físico (como shoppings, lajes corporativas, galpões logísticos, etc.) ou em papel (através das CRIs e LCIs). 

 

Segundo, que há mais pessoas investindo em imóveis próprios do que através de fundos imobiliários, sendo que o primeiro tipo demanda pesados investimentos, muitas vezes atrelados a financiamentos de longo prazo. Já fundos imobiliários possuem capital inicial muito mais baixo, além de liquidez e diversificação maior.

 

Existem diversas questões a serem avaliadas para investimentos em imóveis. Temos certeza que vários leitores tem interesse em conhecer mais, e ficarão com muitas dúvidas. Por isso, escreva para nós, que teremos o maior prazer em respondê-los.

Abraços,

 
Equipe DINHEIRO NOVO
 

#DinheiroNovo

#EconomicaInteligente

#Empreendedorismo

#EstratégiadeInvestimento