Crédito é sempre bom?

Publicado em 25 de outubro de 2018.

Frequentemente, vemos a imprensa falar sobre o cartão de crédito, mais especificamente sobre os juros cobrados por faturas em atraso. Os números são absurdos: chegam a 500% ao ano!

Se olharmos apenas sob essa perspectiva, o cartão de crédito pode ser uma armadilha, principalmente para aqueles que não tem controle sobre os gastos e não suportam ver uma promoção que já compram várias coisas.

 

Quem acompanha e pratica os ensinamentos do DINHEIRO NOVO já sabe que na nossa metodologia, riscos e ameaças podem se tornar oportunidades, se forem tomadas atitudes simples. Enfatizamos a importância de se ter um planejamento financeiro, e nesse contexto, o cartão de crédito é essencial por um motivo: ele permite saber quanto você vai pagar num período subsequente ao atual, e mais importante, permite postergar gastos para serem pagos no futuro.

 

Na análise de hoje, não falaremos sobre os pontos acumulados, pois o racional  discutido aqui pode ser aplicado mesmo para cartões que não acumulam pontos.

 

Suponha que você tenha um cartão com vencimento da fatura no dia 10. Geralmente, cartões fecham a fatura 10 dias antes do vencimento, ou seja, compras feitas a partir do dia 30 ou 31 do mês anterior só serão pagas no mês subsequente! Isso garante que, pelo menos para compras do cartão de crédito, é possível garantir uma previsibilidade dos gastos ao se começar um novo mês.

 

A situação fica ainda mais confortável quando você tem mais de um cartão. Nesse caso, a recomendação é que o intervalo do vencimento deles seja separado por 30 dividido pelo número de cartões (se forem 2, 15 dias; se 3, 10 dias). Assim o seu fluxo de caixa fica ainda melhor, aumentando sua previsibilidade e permitindo maiores ganhos de postergação de pagamento!Sucesso a todos!

 

Sucesso a todos!

 
Gostou deste post? Então mande um e-mail para nós! Convide seus amigos para assinar gratuitamente nosso newsletter!

 

Abraços

 
Equipe DINHEIRO NOVO

 

#DinheiroNovo

#EconomicaInteligente

#Empreendedorismo

#EstratégiadeInvestimento